terça-feira, 16 de maio de 2017

Poema do dia - Presságio - Fernando Pessoa


 
 O AMOR, quando se revela,
 Não se sabe revelar.
 Sabe bem olhar p'ra ela,
 Mas não lhe sabe falar.
 
 Quem quer dizer o que sente
 Não sabe o que há de dizer.
 Fala: parece que mente...
 Cala: parece esquecer...
 
 Ah, mas se ela adivinhasse,
 Se pudesse ouvir o olhar, 
 E se um olhar lhe bastasse
 P'ra saber que a estão a amar!
 
 Mas quem sente muito, cala;
 Quem quer dizer quanto sente
 Fica sem alma nem fala,
 Fica só, inteiramente!
 
 Mas se isto puder contar-lhe
 O que não lhe ouso contar,
 Já não terei que falar-lhe
 Porque lhe estou a falar...

domingo, 14 de maio de 2017

Amar pelos dois. Portugal vence Eurovisão



E Portugal vence pela primeira vez o Festival da Canção da Eurovisão!
Obrigado Salvador!



Se um dia alguém perguntar por mim
Diz que vivi para te amar
Antes de ti, só existi
Cansado e sem nada para dar

Meu bem, ouve as minhas preces
Peço que regresses, que me voltes a querer
Eu sei que não se ama sozinho
Talvez devagarinho possas voltar a aprender

Meu bem, ouve as minhas preces
Peço que regresses, que me voltes a querer
Eu sei que não se ama sozinho
Talvez devagarinho possas voltar a aprender

Se o teu coração não quiser ceder
Não sentir paixão, não quiser sofrer
Sem fazer planos do que virá depois
O meu coração pode amar pelos dois.

sábado, 13 de maio de 2017

O Pai da minha avó.





O pai da minha avó Celeste chamava-se José de Mendonça Lindo e morreu com 28 anos de tuberculose. A minha avó tinha na altura 4 anos.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Carduelis carduelis (Pintassilgo) na Praceta

Acordar com estes companheiros é qualidade de vida. Com muita sorte consegui apanhar um na máquina :)