sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Mãe há só uma








Apesar de todas as nossas desavenças e de maneiras de pensar diferentes o amor de mãe é incondicional e por isso é das coisas mais bonitas que podem haver.

Gosto muito de ti!

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

O que os media fazem às mulheres... e não só!



Achei este vídeo muito interessante porque é algo que venho pensando e comentando com alguns amigos. É impressionante como se deixam levar pela publicidade. De facto não conheço ninguém que tenha anorexia, mas o facto é que há muita falta de auto estima, simplesmente por não parecerem assim. Mas não são só as mulheres, os homens também!

Andamos todos a sonhar com um ideal de beleza que não existe, o que faz com que nunca nos sintamos bem connosco e com o nosso corpo.

sábado, 14 de dezembro de 2013

Texto espectacular que expressa o que muitos de nós sentimos!


O texto original pertence a Ângela Crespo e está no facebook seu facebook.
O link é https://www.facebook.com/angela.ftc/posts/4585835005610

Descobri este texto de uma portuguesa de 32 anos, uma cidadã que diz o que sente e pensa a partir da sexta-feira passada. É um texto impressionante, que vivamente recomendo. Leiam, por favor, até ao fim.

 


"Vão-se foder"



"Vão-se foder.
Na adolescência usamos vernáculo porque é “fixe”. Depois deixamo-nos disso. Aos 32 sinto-me novamente no direito de usar vernáculo, quando realmente me apetece e neste momento apetece-me dizer: Vão-se foder!
Trabalho há 11 anos. Sempre por conta de outrém. Comecei numa micro empresa portuguesa e mudei-me para um gigante multinacional.
Acreditei, desde sempre, que fruto do meu trabalho, esforço, dedicação e também, quando necessário, resistência à frustração alcançaria os meus objectivos. E, pasme-se, foi verdade. Aos 32 anos trabalho na minha área de formação, feliz com o que faço e com um ordenado superior à média do que será o das pessoas da minha idade.
Por isso explico já, o que vou escrever tem pouco (mas tem alguma coisa) a ver comigo. Vivo bem, não sou rica. Os meus subsídios de férias e Natal servem exactamente para isso: para ir de férias e para comprar prendas de Natal. Janto fora, passo fins-de-semana com amigos, dou-me a pequenos luxos aqui e ali. Mas faço as minhas contas, controlo o meu orçamento, não faço tudo o que quero e sempre fui educada a poupar.
Vivo, com a satisfação de poder aproveitar o lado bom da vida fruto do meu trabalho e de um ordenado que batalhei para ter.
Sou uma pessoa de muitas convicções, às vezes até caio nalgumas antagónicas que nem eu sei resolver muito bem. Convivo com simpatia por IDEIAS que vão da esquerda à direita. Posso “bater palmas” ao do CDS, como posso estar no dia seguinte a fazer uma vénia a comunistas num tema diferente, mas como sou pouco dado a extremismos sempre fui votando ao centro. Mas de IDEIAS senhores, estamos todos fartos. O que nós queríamos mesmo era ACÇÕES, e sobre as acções que tenho visto só tenho uma coisa a dizer: vão-se foder. Todos. De uma ponta à outra.
Desde que este pequeno, mas maravilhoso país se descobriu de corda na garganta com dívidas para a vida nunca me insurgi. Ouvi, informei-me aqui e ali. Percebi. Nunca fui a uma manifestação. Levaram-me metade do subsídio de Natal e eu não me queixei. Perante amigos e família mais indignados fiz o papel de corno conformado: “tem que ser”, “todos temos que ajudar”, “vamos levar este país para a frente”. Cheguei a considerar que certas greves eram uma verdadeira afronta a um país que precisava era de suor e esforço. Sim, eu era assim antes de 6ª feira. Agora, hoje, só tenho uma coisa para vos dizer: Vão-se foder.
Matam-nos a esperança.
Onde é que estão os cortes na despesa? Porque é que o 1º Ministro nunca perdeu 30 minutos da sua vida, antes de um jogo de futebol, para nos vir explicar como é que anda a cortar nas gorduras do estado? O que é que vai fazer sobre funcionários de certas empresas que recebem subsídios diários por aparecerem no trabalho (vulgo subsídios de assiduidade)?… É permitido rir neste parte. Em quanto é que andou a cortar nos subsídios para fundações de carácter mais do que duvidoso, especialmente com a crise que atravessa o país? Quando é que páram de mamar grandes empresas à conta de PPP’s que até ao mais distraído do cidadão não passam despercebidas? Quando é que acaba com regalias insultosas para uma cambada de deputados, eleitos pelo povo crédulo, que vão sentar os seus reais rabos (quando lá aparecem) para vomitar demagogias em que já ninguém acredita?
Perdoem-me a chantagem emocional senhores ministros, assessores, secretários e demais personagem eleitos ou boys desta vida, mas os pneus dos vossos BMW’s davam para alimentar as crianças do nosso país (que ainda não é em África) que chegam hoje em dia à escola sem um pedaço de pão de bucho. Por isso, se o tempo é de crise, comecem a andar de opel corsa, porque eu que trabalho há 11 anos e acho que crédito é coisa de ricos, ainda não passei dessa fasquia.
E para terminar, um “par” de considerações sobre o vosso anúncio de 6ª feira.
Estou na dúvida se o fizeram por real lata ou por um desconhecimento profundo do país que governam.
Aumenta-me em mais de 60% a minha contribuição para a segurança social, não é? No meu caso isso equivale a subsídio e meio e não “a um subsído”. Esse dinheiro vai para onde que ninguém me explicou? Para a puta de uma reforma que eu nunca vou receber? Ou para pagar o salário dos administradores da CGD?
Baixam a TSU das empresas. Clap, clap, clap… Uma vénia!
Vocês, que sentam o já acima mencionado real rabo nesses gabinetes, sabem o que se passa no neste país? Mas acham que as empresas estão a crescer e desesperadas por dinheiro para criar postos de trabalho? A sério? Vão-se foder.
As pequenas empresas vão poder respirar com essa medida. E não despedir mais um ou dois.
As grandes, as dos milhões? Essas vão agarrar no relatório e contas pôr lá um proveito inesperado e distribuir mais dividendos aos accionistas. Ou no vosso mundo as empresas privadas são a Santa Casa da Misericórdia e vão já já a correr criar postos de trabalho só porque o Estado considera a actual taxa de desemprego um flagelo? Que o é.
A sério… Em que país vivem? Vão-se foder.
Mas querem o benefício da dúvida? Eu dou-vos:
1º Provem-me que os meus 7% vão para a minha reforma. Se quiserem até o guardo eu no meu PPR.
2º Criem quotas para novos postos de trabalho que as empresas vão criar com esta medida. E olhem, até vos dou esta ideia de graça: as empresas que não cumprirem tem que devolver os mais de 5% que vai poupar. Vai ser uma belo negócio para o Estado… Digo-vos eu que estou no mundo real de onde vocês parecem, infelizmente, tão longe.
Termino dizendo que me sinto pela primeira vez profundamente triste. Por isso vos digo que até a mim, resistente, realista, lutadora, compreensiva… Até a mim me mataram a esperança.
Talvez me vá embora. Talvez pondere com imensa pena e uma enorme dor no coração deixar para trás o país onde tanto gosto de viver, o trabalho que tanto gosto de fazer, a família que amo, os amigos que me acompanham, onde pensava brevemente ter filhos, mas olhem… Contas feitas, aqui neste t2 onde vivemos, levaram-nos o dinheiro de um infantário.
Talvez vá. E levo comigo os meus impostos e uma pena imensa por quem tem que cá ficar.
Por isso, do alto dos meus 32 anos digo: Vão-se foder"

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

A minha casa!

Maioria das pessoas que conheço dava tudo, (e efectivamente dá, quando se compromete a pagar uma casa durante 30 ou mais anos), para ter uma casa com tudo!!

Se eu tivesse a oportunidade de ter uma destas, criada deste modo ficaria muito orgulhoso de mim, porque acredito que é possível viver diferente.


Gastando menos numa casa não teriamos que nos sujeitar a trabalhos miseravelmente pagos e teríamos tempo para outras coisas!! Porque quando morrermos a casa fica! Pensem nisso!!

O tabaco

Se eu fumasse e soubesse que isso prejudica os outros jamais fumaria num recinto fechado.

No entanto há meninos e meninas que nem pensam nisso e acham que têm um alto estilo quando exalam aquele fuminho bom. Ui que sexy!





sábado, 7 de dezembro de 2013

Payaso!



Sentir esta ansiedad,
y pensar que te burlas de mi,
que forma de pagar,
haciendo que se rían de mi.
Payaso,
si... seré un payaso,
que se ha olvidado,
que debe fingir.
Te invito a verme actuar
para que rías como los demás,
mas tienes que jurar
que has de quedarte hasta que veas el final.
Perdida,
entre miles de risas,
tu alma gritará...
Payaso, basta ya.


Basta Payaso, te están mirando
y esos dos ojos ya están llorando.
Payaso soy de tu cariño
te burlas de mi cual si fuera un niño
pero divina prenda amada
siempre serás mi adorada
reina de todo mis ser
mas yo te reto a ti ver
el acto que represento
que es querer y sentimiento
que emana de mi persona
y no pienses que esto es broma mujer.
Es... el último acto de mi vida
y ya comprendo que tu amor me negarás
oye mujer por que no vienes a mi
para quererte, para adorarte,
para tenerte rendida entre mis brazos,
dándote todo mi amor,
todo mi amor... mujer.

Desajustado...



Sinto-me desajustado...

As músicas que gosto não estão nos tops, os livros que gosto a mesma coisa, os programas de televisão idem!

Copiamos frases feitas sem pensar nelas e sem agir de acordo,  chamamos malucos aos que fazem algo diferente sem ao menos questionar...

Vejo pessoas a fazer a sua felicidade depender de um resultado do jogo de futebol, a ir sempre aos mesmos sítios, falar do mesmo, a fumar o mesmo a beber o mesmo...

Serão os outros ou serei eu?

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

domingo, 1 de dezembro de 2013

A Banda

Outro dos motivos que fazem que goste muito de morar nA Praceta, é que de vez em quando a banda vem tocar para mim.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Será que a MacDonalds faz isto?


Nesta sociedade onde o dinheiro fala mais alto que tudo, temos quase que suspeitar de tudo o que nos dão!

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

A Pepsi e a publicidade


Há a publicidade boa e a má...
Apesar de eu achar que é de muito mau gosto, fazer publicidade contra um outro país, há grande revolta nas redes sociais.

Pois bem, este meu amigo Chaves ainda diz umas coisas acertadas e quanto a mim focou o essencial!!

Quando a Renault decide fechar a fábrica cá em Portugal, não ouvi ninguém dizer, nunca mais compro um Renault... Bem Chaves!!




Seja como for, pode ser que isto acabe por servir para o pessoal cortar na Pepsi e já agora na Coca-cola, que  toda a gente sabe o mal que faz, mas no entanto toda a gente bebe!!

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Life Simple Pleasures

A Vera é minha aluna, e que vou conhecendo a pouco e pouco durante o pouco tempo que vamos conversando nas aulas.

Das vezes que falei eu em apreciar as coisas bonitas da vida nunca cheguei a este nível de apreciação das LSP.

Obrigado Vera por esta inspiração. Like.





segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Pensamentos...


Durante um dos meus passeios de bicicleta, tive o seguinte pensamento...

Há caminhos com subidas e descidas. Durante o caminho há duas maneiras de pensar. A primeira é queixarmo-nos e resmungar durante as subidas e depois em vez de aproveitar as descidas, começa a pensar na subida que vem a seguir.

A outra maneira e claramente a minha favorita é fazer a subida a pensar na descida, e desfrutar da descida a cada momento, sentir o vento a bater na cara etc.

De qualquer maneira temos que fazer o caminho, mas pensando da segunda maneira o caminho é feito muito mais facilmente. Pensar na descida durante a subida e aproveitar a descida ao máximo, sem estar a sofrer por antecipação pela subida que se aproxima.

Nos altos e baixos da nossa vida temos que aprender a fazer o mesmo. Cerrar os dentes em alturas de mais aflição pensando em que dias melhores se aproximam (a descida) e chegando lá, mostrar gratidão e aproveitar o momento.

De qualquer modo temos que fazer esse caminho, mas a nossa atitude pode fazer toda a diferença!!


Cienstistas descobrem um dos factores que contribuem para a felicidade!!

Tenho sempre pensado muito nisto e inclusive gosto de debater este tema com amigos. Aliás é tema recorrente neste blog. A felicidade!

Temos sempre no nosso inconsciente que tudo o que é científico é verdadeiro. A história mostra que não, e mais ainda quando se trata de áreas relacionadas com o humano.

Desta vez, os cientistas dizem e demonstram que uma das coisas que nos faz feliz é mostrar gratidão.

Aqui fica o vídeo, cada um que julgue por si! Pelo menos experimentem e digam-me se funciona. Eu vou fazer o mesmo.

Sejam felizes.




sexta-feira, 8 de novembro de 2013

146 visits from USA in a week

146 hits from the USA in the past week.
For some people it could be nothing, but for me is a lot and is a surprise to me. Thanks for watching :)
If you want please comment. I'd like to know what people from the other side of the Atlantic think!

E se estás cá deste lado, comenta também, porque da discussão nasce o conhecimento!

Thank you and obrigado! :)

Lino

A Margarida Rebelo Pinto na televisão...

Não gosto de perder tempo com as babuseiras que os famosos dizem, mas desta vez quebrei a regra só pela piada do sketch do Bruno Nogueira.

Para mim o facto de ser famoso não acrescenta nada de mais para mim. São iguais ou piores que o simples cidadão anónimo. Conhecia esta senhora de nome, sendo escritora, sem no entanto ter nenhum livro dela.

A Margarida foi à TV e falou assim. veja aqui o video

Depois o Bruno Nogueira disse isto:





Ás vezes o humor do Bruno cansa-me, mas gostei muito desta! Aplausos, Bruno! Aquela senhora mereceu!



Estamos a caminhar para trás.... Os ricos mais ricos e os pobres mais pobres

Estamos mais perto dos índices dos países mais subdesenvolvidos em termos de distribuição de riqueza.

Isto porque haverá sempre uma elite que vive à custa do povo. Isto tem que acabar de uma maneira ou de outra. Estou farto que me tapem os olhos e que me digam que são necessários cortes nos hospitais e na saúde são enquanto há outros a mamar à grande. 

Esta notícia vem no Público.

Os multimilionários portugueses são mais e estão mais ricos.


Um relatório do banco suíço UBS conclui que, em Portugal, há mais 85 milionários – indivíduos com fortunas superiores a 30 milhões de dólares (perto de 22,4 milhões de euros) – do que em 2012.

Segundo o Relatório de Ultra-Riqueza no Mundo 2013, este aumento significa que os 870 milionários portugueses detêm, em conjunto, 100 mil milhões de dólares (75 mil milhões de euros), o que representa um aumento de 11,1% em relação a 2012.

Na Grécia, outro país intervencionado pela troika, o aumento da fortuna dos mais ricos foi de 20%, passando de 50 para 60 mil milhões de dólares, enquanto o número de multimilionários passou de 455 para 505.

Portugal é o décimo segundo país da Europa onde há mais multimilionários e está no grupo dos países onde se registou um aumento de mais de 10%. Acima de Portugal nesta tabela, com um aumento de 10,8% do número de multimilionários, está apenas a Alemanha (13%), Roménia (12%), Grécia e Sérvia (ambas com uma subida de 11,1%).

Quanto ao aumento da fortuna, Portugal é apenas ultrapassado por Hungria (12,5%), Suíça (14,5%), República Checa (16,67%), Áustria (16,7%), Grécia (20%) e Roménia (21,4%).

De 2012 para 2013, apenas Finlândia e Ucrânia verificaram uma redução no número de multimilionários, sendo que no país do Leste europeu a fortuna destes também diminuiu.

O país da Europa com mais multimilionários é a Alemanha, com 17.820, seguido por Reino Unido (10.910) e Suíça (6330). Londres é a cidade que mais multimilionários escolhem, com 6360 com residência na cidade do Tamisa, seguida por Paris (3195) e Zurique (1940).

Na Europa, o número de multimilionários aumentou 8,7% em relação a 2012, o que significa mais 58.065 indivíduos com fortunas acima dos 30 milhões de euros.

Na América Latina, o Brasil é o país que mais multimilionários alberga (4015), apesar de ter sofrido um decréscimo em relação aos 4640 de 2012. No continente africano, é a África do Sul o país com o maior número de multimilionários, enquanto Angola fica em sexta posição, com 110 multimilionários, mais 10 do que no ano anterior.

O estudo da UBS aponta ainda que 23% da riqueza total do planeta está nas mãos de 2170 multimilionários, a maioria concentrada na Europa e na América do Norte.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

A viagem não acaba nunca, apenas o livro!





E assim termino mais um livro do Saramago. Este foi menos empolgante que os outros que já li, devido à interminável descrição das igrejas, com todas as suas torres e imagens e capitéis... o vocabulário de igreja.

Não é por isso que deixei de gostar. Saramago continua com a sua critica acutilante, do meio onde se insere, com opiniões muito próprias, mas bem fundamentadas e isso para mim é dos aspectos mais importantes.

Leiam este, se ainda não leram o Levantado do Chão, o meu favorito!

domingo, 3 de novembro de 2013

O pôr-do-sol alentejano por Saramago


Foto tirada em Póvoa de S. Miguel durante a minha viagem de bicicleta a Castelode Vide

"... Já se pôs o Sol, mas a planície não se apaga. Cobre o campo uma cinza dourada, depois empalidece o ouro, a noite vem devagarinho do outro lado, acendendo as estrelas. Chegará mais tarde a Lua, e os mochos chamarão uns pelos outros. O viajante diante do que vê sente vontade de chorar. Talvez tenha pena de si mesmo, desgosto de não dizer em palavras o que esta paisagem é. E diz apenas assim: esta é a noite em que o mundo pode começar."

Saramago, IN viagem a Portugal   

Se ele tem vontade de chorar descrevendo esta paisagem deste modo, imaginem como eu fico, ao passar por estas planícies de bicicleta ouvindo apenas o ar a passar .... 

Continua a ser indescritível, mas temos que reconhecer que o Saramago consegue transpor essa imagem na nossa imaginação.

sábado, 2 de novembro de 2013

Notícias da horta

Parece que é altura de morangos. 
Estes, acabados de colher sem uma miligrama de químicos, com chocolate preto e café são um delícia


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Uma hipótese a considerar.... don't vote!


"If we can engage that feeling and change things, why wouldn't we?" .... "Why is that naive? Why is that not my right because I'm an 'actor'? I've taken the right. I don't need the right from you. I don't need the right from anybody. I'm taking it."

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Hollow men de T. S. Eliot

The Hollow Men: Text of the Poem

A penny for the Old Guy

I
We are the hollow men
We are the stuffed men
Leaning together
Headpiece filled with straw. Alas!
Our dried voices, when
We whisper together
Are quiet and meaningless
As wind in dry grass
Or rats' feet over broken glass
In our dry cellar

Shape without form, shade without colour,
Paralysed force, gesture without motion;

Those who have crossed
With direct eyes, to death's other Kingdom
Remember us—if at all—not as lost
Violent souls, but only
As the hollow men
The stuffed men.

II
Eyes I dare not meet in dreams
In death's dream kingdom
These do not appear:
There, the eyes are
Sunlight on a broken column
There, is a tree swinging
And voices are
In the wind's singing
More distant and more solemn
Than a fading star.

Let me be no nearer
In death's dream kingdom
Let me also wear
Such deliberate disguises
Rat's coat, crowskin, crossed staves
In a field
Behaving as the wind behaves
No nearer—

Not that final meeting
In the twilight kingdom

III
This is the dead land
This is cactus land
Here the stone images
Are raised, here they receive
The supplication of a dead man's hand
Under the twinkle of a fading star.

Is it like this
In death's other kingdom
Waking alone
At the hour when we are
Trembling with tenderness
Lips that would kiss
Form prayers to broken stone.

IV
The eyes are not here
There are no eyes here
In this valley of dying stars
In this hollow valley
This broken jaw of our lost kingdoms

In this last of meeting places
We grope together
And avoid speech
Gathered on this beach of the tumid river

Sightless, unless
The eyes reappear
As the perpetual star
Multifoliate rose
Of death's twilight kingdom
The hope only
Of empty men.

V
Here we go round the prickly pear
Prickly pear prickly pear
Here we go round the prickly pear
At five o'clock in the morning.

Between the idea
And the reality
Between the motion
And the act
Falls the Shadow
For Thine is the Kingdom

Between the conception
And the creation
Between the emotion
And the response
Falls the Shadow
Life is very long

Between the desire
And the spasm
Between the potency
And the existence
Between the essence
And the descent
Falls the Shadow
For Thine is the Kingdom

For Thine is
Life is
For Thine is the

This is the way the world ends
This is the way the world ends
This is the way the world ends
Not with a bang but a whimper.




quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Escritores subvalorizados

Saiu no Expresso deste fim‑de‑semana um artigo sobre autores portugueses sobre e subvalorizados.

Há dois autores que não conheço e que foram mencionados: Teresa Veiga e Ferreira de Castro.

Curiosamente Valter Hugo mãe foi mencionado como sobrevalorizado, tal como António Lobo Antunes (exceptuando os seus três primeiros romances).

Já estão na lista para uma próxima visita à biblioteca.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Amuou!

O regime angolano não gostou, seguramente, que alguns dos seus líderes (um deles atual vice-presidente) fosse investigado pelo Ministério Público português. Em consequência disso o presidente angolano disse no Jornal de Angola que Portugal não tem condições de se relacionar com Angola, ao atacar e caluniar altas figuras do estado angolano.

Dada a pobreza de muitos, e a riqueza de poucos que vivem num país extremamente rico, nem parece verdade que podemos estar a falar de Angola um país cotado em 157º no ranking da Transparency International. (Portugal está em 33º)

Ninguém fale mal  nem investigue os dirigentes angolanos, que são exemplo de seriedade e de como se deve gerir um país. 

Tenho vergonha dos políticos portugueses, mas confesso que teria ainda mais se fosse político angolano.


quinta-feira, 10 de outubro de 2013

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

O que te faz feliz?

Várias vezes tenho refletido neste blog sobre a felicidade.
Durante uma entrevista que emocionou o Jô Soares e fez a plateia aplaudir de pé, Clóvis de Barros Filho, professor de ética na USP, conta como descobriu sua paixão profissional aos 13 anos de idade, em uma aula na escola. É incrível o amor dele e como Clóvis explica esse sentimento de realização quando fazemos o que amamos. Uma excelente lição de vida, que vale a pena ser vista.

"quando você descobre qual é o teu negócio, é muito legal de viver... você não quer que a vida acabe" e estes são para ele os momento de felicidade.


Fantástica entrevista de Clóvis de Barros Filho no Programa do jô (2 blocos) from Espaço Ética on Vimeo.

Coisas que me passam pela cabeça

É impressão minha, ou hoje em dia já não se celebram aniversários, só B'DAYS?



terça-feira, 8 de outubro de 2013

Um filme de 2 minutos mas que dá para pensar durante muitas horas. Stop consuming!

Ora aí está alguém que está no mesmo prisma de observação do mundo que eu!! Stop consuming, reclaim your mind, don't wach TV!What is real is you and your friends!!

"You want to reclaim your mind and get it out of the hands of the cultural engineers who want to turn you into a half-baked moron consuming all this trash that's being manufactured out of the bones of a dying world.” ―Terence McKenna




segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Autárquicas 2013


Distrito Faro / Concelho Tavira

Partidos% Votos Votantes
Mandatos
PS
 
46,00%5.760 4 
 Presidente da câmara eleito: Jorge Manuel do Nascimento Botelho
PPD/PSD.CDS-PP.MPT.PPM
 
36,07%4.517 3 
PCP - PEV
 
6,92%866 0 
B.E.
 
4,11%515 0 

 

 

 

Distrito Faro / Concelho Tavira / Freguesia União das freguesias de Tavira (Santa Maria e Santiago)

Partidos% Votos Votantes
Mandatos
PS
 
45,84%3.082 7 
PPD/PSD.CDS-PP.MPT.PPM
 
21,75%1.462 3 
I
 
19,43%1.306 3 
PCP - PEV
 
5,79%389 0 

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Os mimos da minha avó

Sempre que a levo ao campo prepara-me um lanche. Hoje foi: uvas, banana, 2 sandes e o imprescindível kinder bueno. 




terça-feira, 24 de setembro de 2013

Gosto muito de Salsa e música latina, mas não é só isso que gosto de ouvir...



Light shines off rivers, flowing through
Every part of me, wanting every part of you
Soft and simple veins make a stain and find a drain
If I was the one, maybe I could feel your pain

And the water blows while the night is on fire
I patiently wait like a bird on a wire

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Lista de bons escritores

Quando não souberem que livro ler, escolham um dos escritores que constam na lista de apostas da ladbrokes como favorito o Nobel da Literarura. 

É uma lista dos melhores que estão vivos. De mencionar que estão lá o Lobo Antunes e o Mia Couto. 

Dizem as apostas que Murakami volta a ser o favorito ao Nobel da Literatura

Já depois de no passado ter sido apontado como o principal favorito, Haruki Murakami volta a ...

http://publico.pt/1606688

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Fuck tradition

Pela primeira vez vejo algum interesse nos concursos de Miss. A tradição já não é o que era e ainda bem. Gostava que uma destas senhoras ganhasse :)

Nicole e Theresa querem mudar a ideia de beleza no Miss America

http://publico.pt/1605649

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Valter Hugo Mãe entre os finalistas do Prémio Portugal Telecom de Literatura



Valter Hugo Mãe entre os finalistas do Prémio Portugal Telecom de Literatura

Os concorrentes a este prémio nas categorias de poesia, romance e conto/crónica foram anunciados ...

http://publico.pt/1605341

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Coisas que me passam pela cabeça

Se toda a gente só tivesse uma perna haveria alguém infeliz por ser assim?

Creio que muita das nossas ansiedades e tristezas são criadas pelas expectativas do que poderíamos ter e não temos. Por isso vamos valorizar o que temos porque há tanta coisa que não podemos ter, e isso faz de nós uns eternos cobiçosos e infelizes.

Dizem os budistas que estamos na terra é para sofrer. E acho que é precisamente essa a razão do sofrimento humano. O facto de nunca nos darmos como satisfeitos e querermos sempre mais faz com que isso aconteça.





sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Os telefones e a nossa vida

Não há dúvida que os telefones mudaram as nossas vidas.

Em alguns casos para melhor, noutros para pior. Tal como tudo na vida, em vez de por de lado definitivamente toda a tecnologia, temos que a aproveitar mas precavendo-nos contra os seus efeitos secundários...

Este filme é uma boa chamada de atenção.


Nova foto para o layout do blog

Dia 3 - Moura - Estremoz



Ontem 75 km em 5 horas

Saímos 5.30 porque o Raul não conseguia dormir bem no quartel dos bombeiros.

Nascer do Sol, já com umas horinhas a pedalar!!



Póvoa de S. Miguel



Alqueva

As 3 saímos de redondo em direcção a Estremoz



Chegada a Reguengos por volta das 3
Atravessamos a Serra da Ossa com uma vista espectacular





Ver mapa maior